segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Conto sonhos.

Conto sonhos dormidos que verdadeiramente são todos acordados.
Quantos anos ainda viverei?
Quantos sonhos ainda terei?
Como eles têm tamanha versatilidade?
Algo verossímil na minha mente que não é uma gaiola.
Ela voa, altamente mutável, altamente volátil.

5 comentários:

  1. Bruna , muito obrigado pelos seus comentários no meu blog , fico muito feliz , que esteja gostando e acompanhando.
    Seus posts tbm são ótimos, muito bem feitos e me fazem refletir , continue assim.
    E agora para finalizar gostaria de parabeliza-lá , porque vc acaba de ganhar o selo blogueiro show . Afinal você merece , pois é uma blogueira show , eu já adoro o seu blog .
    Aqui esta o link da postagem do selo no meu blog:
    http://jogandonaparede.blogspot.com/2010/12/selo-blogueiro-show.html

    ResponderExcluir
  2. Putz, muitooo bom.
    Bruna, vc escreve muito bem.
    Intrigante o seu texto...

    beijos, tô te seguindo.

    ResponderExcluir
  3. EEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIITA QUE EU ESTOU ME SENTINTO, mas não é essas coisas todas não.
    Obrigada pelos elogios. :)
    Fico grata! ^^
    Voltem sempre por aqui, toda vez que vem inspiração posto algo noco xD

    ;***

    ResponderExcluir
  4. conto sonhos, todos acordados.
    Eu gostei, é um bom tema para um poema *----*

    eu amo ler isso ♥

    ResponderExcluir